Loading...
O Sistema de C&T e Inovação no Brasil - marcos institucionais, mecanismos de gestão e tomada de decisão

O Sistema de C&T e inovação no Brasil: marcos institucionais, mecanismos de gestão e tomada de decisão

Artigo Ano: 2008

Artigo de autoria de Carlos Américo Pacheco. O desenho institucional do sistema brasileiro de inovação é bem conhecido. Apesar da criação de inúmeras instituições relevantes ainda no século XIX e início do século XX foi na segunda metade do século XX que este sistema ganhou expressão institucional mais acabada, inspirado nas reformas dos sistemas de C&T dos EUA e da França. Com a criação do CNPq em 1951, o sistema de C&T passava a contar com um organismo central e uma política explícita de C&T. Este processo se consolidaria em 1985, com a criação do Ministério de Ciência e Tecnologia. Uma série de instituições foram criadas desde 1951 até a presente data, conformando um sistema relativamente complexo, como atesta o seguinte cronograma […]. Este trabalho foi escrito entre 2007 e 2008 como contribuição ao projeto Uma Nova Agenda Econômica e Social para a América Latina, realizado pelo iFHC – Instituto Fernando Henrique Cardoso e pela CIEPLAN – Corporación de Estudios para Latinoamérica. O projeto foi realizado graças ao apoio da AECI – Agencia Española de Cooperación Internacional, BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento e PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. As informações e opiniões apresentadas pelos autores são de sua responsabilidade pessoal e não representam necessariamente nem comprometem as instituições associadas ao projeto.

Autoria: Carlos Américo Pacheco

Disponível no CM-FAPESP Link para acesso