Loading...
Enzima de fungo amazônico

Enzima de fungo amazônico

Ciência SP Agência FAPESP

Ano:2021

Com o apoio da FAPESP, pesquisadores da Unicamp identificaram no fungo amazônico Trichoderma harzianum uma enzima capaz de degradar biomassa. Além de caracterizar a molécula, os pesquisadores usaram técnicas de engenharia genética para produzi-la em larga escala, reduzindo custos e viabilizando seu uso industrial. A descoberta permite aproveitar melhor os resíduos da cana-de-açúcar na fabricação de biocombustíveis. O desenvolvimento de um coquetel de enzimas de baixo custo representa um dos principais desafios para a produção de etanol de segunda geração, que é derivado do bagaço e da palha da cana. Para descobrir a nova enzima, os pesquisadores fizeram análises genéticas em diferentes linhagens do fungo.

Clique para visualizar