Loading...
Entre documentário e ficção: o cinema de Arne Sucksdorff

Entre documentário e ficção: o cinema de Arne Sucksdorff

Artes, Ciências Humanas e Sociais Agência FAPESP

Ano:2018 | E17

O premiado cineasta sueco Arne Sucksdorff é objeto de estudo da pesquisadora Esther Hamburger (ECA-USP). Em 1965, ele dirigiu no Brasil o filme “Fábula”, considerado seu melhor trabalho. Entre documentário e ficção, o longa é um retrato sem estereótipos do cotidiano de uma favela carioca. Na entrevista em vídeo, que inclui trechos do filme, Hamburger fala sobre a importância de Sucksdorff para o Cinema Novo e sua forte relação com o Brasil. O sueco casou-se com uma brasileira e viveu alguns anos no Pantanal mato-grossense.

Clique para visualizar