Loading...
Episódio

COVID-19 e a necessidade de maior atenção ao idoso

Especial COVID-19 Agência FAPESP

Ano:2020 | E9

Na cidade de São Paulo dos mais de 1,8 milhão de pessoas que formam a população de idosos na cidade de São Paulo, 290.771 (16%) vivem sozinhos – os chamados domicílios unipessoais –, sendo 22.680 com 90 anos ou mais. Na capital paulista, mais de 8 mil idosos são completamente solitários, não têm a quem pedir ajuda, caso precisem pois, por diferentes razões, não possuem uma rede de suporte social ativa e eficiente. Os dados sobre a vulnerabilidade dos idosos na cidade de São Paulo, tabulados especialmente para a Agência FAPESP, fazem parte do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), apoiado pela FAPESP. Leia a reportagem completa na Agência FAPESP. #COVID-19 #AgenciaFAPESP

Clique para visualizar