Loading...
Câmera ultrarrápida revela como funcionam os para-raios

Câmera ultrarrápida revela como funcionam os para-raios

Ciência SP Agência FAPESP

Ano:2023

Com uma câmera de vídeo ultrarrápida, e o trunfo de estar no lugar certo no momento certo, pesquisadores do INPE obtiveram uma imagem inédita da descarga de um raio, mostrando detalhes de sua conexão com vários para-raios localizados nas imediações da cidade de São José dos Campos. Com apoio da FAPESP, a câmera capaz de captar 40 mil imagens por segundo registra um raio descendente, de carga negativa, se aproximando do solo com a velocidade de 370 quilômetros por segundo [km/s]. Em baixa velocidade, o vídeo mostra como os para-raios se comportam. E também que os raios podem ser um perigo se esses equipamentos de proteção não estiverem corretamente instalados. Leia mais na Agência FAPESP. Para mais detalhes, acesse o artigo científico e os dados do projeto FAPESP 22/04616-5.

Clique para visualizar